27 fevereiro 2007

Maria ainda é um dom

“Maria é uma força que nos alerta”. A letra de Milton continua sendo a canção da maioria das mulheres do mundo, aquelas que riem quando devem chorar e agüentam em vez de viver. O machismo ainda grita forte e tenta abafar as vozes daquelas que conseguiram o direito de votar a menos de um século nas nações mais democráticas do planeta.

No começo deste ano, o homem mais poderoso da Itália, ex-premiê Silvio Berlusconi, foi enquadrado por sua mulher por disparar cantadas públicas em uma deputada. Se por um lado a ex-primeira-dama mostrou que é preciso ter força (sempre), de outro ficou clara a marca de um machismo que viceja firme em pleno raiar do século XXI.

Num período próximo, o presidente de Israel, Moshe Katsav, foi afastado sob a acusação de estupro. Uma semana depois, um ex-ministro da Justiça de Israel, Haim Ramon, foi condenado por delito sexual. Seu crime foi ter obrigado uma jovem militar a beijá-lo. O afastamento do primeiro e a condenação do segundo são motivos de grande comemoração na cultura ultramachista de Israel, onde casos assim costumavam ser simplesmente abafados.

Esses episódios são a ponta de um iceberg de discriminação e intolerância sexual que está longe de ser completamente derretido. O desdém pela figura feminina como um ser humano é notório nas piadas no mundo profissional, na diferença de salários entre os sexos e na difícil conquista feminina de um cargo de chefia. O extremismo das atitudes do italiano e dos israelenses nada mais é do que a materialização do preconceito sexual aceito velada e complacentemente por toda a sociedade.

Há de se mudar isso. Não com mulheres com força de homens, mas com mulheres munidas de total força feminina. Se assim não for, jamais terminará a hegemonia do falo. Continuaremos reproduzindo o modelo patriarcal e sendo governados por homens de ambos os sexos. Ser Maria ainda é um dom que só Marias podem assumir. Que mais Marias surjam, ocupem o seu espaço e construam um mundo mais humano e suave.

Parabéns a todas as Marias do mundo que com gana e raça reconquistam a cada dia o seu lugar no planeta.

2 comentários:

Dan disse...

Ei... o que vc faz da vida??? Seus textos são muito bons!!!!!!.. como consegue?? Dando à luz no sofá??? Fala sério......

Marcie disse...

Sensacional o texto!
Cheguei aqui pelo texto "vendedor de palavras" e estou me deliciando pelos meses passados.
Aviso que cheguei para ficar.