11 junho 2007

Eu tô na Língua!

É com a alma sacolejada na centrifugação anárquico-fantasiosa da literatura universal brasileira que vos comunico essa boa nova: estou na revista Língua Portuguesa deste mês!

Não. O careca da capa não sou eu, é o Rubem Alves. Eu participo com “O Vendedor de Palavras”. O conto ainda deve ser indicado ao Oscar de melhor roteiro e se tornar a primeira obra a render, por si só, um Nobel de Literatura (o primeiro do Brasil).

Com isso, não aceitarei uma mera indicação à Academia Brasileira de Letras, sererei (sic) seu presidente logo de cara. Meu primeiro decreto será substituir o tradicional chá pelo vanguardista chope gelado, bebida muito mais eficiente no auxílio da fluência vocabular.

Não poderia deixar de agradecer às presidentas do meu Comitê de Campanha pró-ABL, Janete Stela Domenica e Pseudônimas Associadas. Ela arriscou sua carreira no mundo das letras e a de seus mais de 90 pseudônimos, organizando a minha campanha “Vote ni mim; Paulo Coelho também não era bom, assim!”

Neste país de funcionalidades, serei mais um acadêmico funcional que sabe assinar o próprio nome para autografar os próprios best-sellers.

Bem, isso tudo foi para dizer: comprem a bendita revista! E deixem claro para a editora que não foi por causa do careca da capa! (nada pessoal, Rubem!)

3 comentários:

Janete Stela disse...

Essa é a imersão do sujeito na língua que tanto eu ouvia falar nas aulas de Psicolingüística? rs

Bom, Fábio, nós, a Presidenta e Pseudônimas Associadas, iremos redimensionar nossa Campanha. Realmente é preciso valorizar o martírio de ter de usar aquele fardão!! Que venha a Presidência!

Aliás, aí está um novo item de seu plano para presidência: não é só o chá que precisa de um up grade, precisamos pensar também numa vestimenta mais apropriada para o Rio de Janeiro!

BeiJANs de todas nós... (a Stela anda meio gripada, por isso, mantém uma certa distância para salvaguardar a saúde de nosso futuro preclaro Presidente da ABL!!)

Cicero disse...

Parabéns! Vou comprar enfim a revista deste mês, embora de seu eu conheça unicamente "o vendedor" mas seja fã internético do grablo R.A. Enfim, vou dar um jeito de os editores saberem que comprei por sua causa!

Fábio Reynol disse...

Valeu pela força, Cícero!