15 junho 2007

Não use lobista, use camisinha.

Em apoio à campanha nacional de controle de natalidade, o Diário da Tribo lançou no Congresso Nacional o refrão: “Não use lobista, use camisinha”. A campanha vem em hora oportuna em que a maioria dos congressistas deixou a assessoria de lado e passou a cuidar pessoal e intimamente de suas relações com a imprensa. Claro que esse enorme empenho para conseguir penetrar na mídia vem dando frutos. O mais novo desses frutos é a filha do presidente do Senado. Apesar de não ser um veículo de sacanagem, o Diário da Tribo pretende explicitar as relações entre a imprensa e política. Melhor tirar as crianças da frente do monitor.

Encabeçando a teoria da conspiração de hoje, a Rede Globo. Mônica Veloso, mãe da filha de Renan Calheiros, é ex-funcionária da Globo. O que tem isso? Bem, se voltarmos sete aninhos no tempo, veremos que a mesma Globo era a empregadora da mãe de um filho de um presidente ainda mais ilustre, o da República. Miriam Dutra também estava no quadro da Globo quando pariu seu FHCzinho. Resta a pergunta, estariam as amantes de Lula e de Maluf (também pais bastardos) na folha de pagamento da Globo?

No vale-tudo pela informação, a Globo vai onde a notícia está (ou onde ela pode ser arrancada depois de uns dois drinques). Contratando jornalistas na fase mais fértil de suas carreiras, a emissora conseguiu informações quentes (e úmidas) além de obter amostras valiosas de sêmen para pesquisas de identificação do gene da corrupção. Ela só se esqueceu de colocar em seu manual de redação um veto ao recebimento de pensões através de lobistas. Um escândalo.

Até onde iria a Globo para conseguir informações? Enviaria Reinaldo Gianichinni para arrancar depoimentos (e suspiros) do deputado Clodovil Hernandes? A verdade é clara e escandalosa: a emissora não só omite as sacanagens de Brasília, como participa delas. E o pior: ao incentivar a reprodução descontrolada de políticos, a emissora promove a disseminação do gene da corrupção que acaba se perpetuando e enchendo o país de novos congressistas. O povo não é bobo, fora da cama, Rede Globo!

4 comentários:

Ana Barbosa disse...

A honra é minha! Adorei o texto, só não tinha tido tempo de ver o seu blog! Parabéns pelos textos!
"Uma frase pode mudar um destino."(George Fischer)
Abraços,
Ana Barbosa

Erick Poiati disse...

Cara virei seu fã.
Eu estava na biblioteca da facul vendo umas revistas, resolvi pegar a revista da língua como sempre faço.
Muito boa sua crônica, adorei mesmo.
Então, resolvi entrar no link que tinha lá p/ agradecer pelo o bom texto...Valeu!

Fábio Reynol disse...

Obrigado, Erick.

Espero que vc se torne frequentador assíduo deste blog.
Abraço,

Fabio

Vinicius Cabral disse...

Oi, Fábio!
Não sabia que você tinha um blog... legal... vou te linkar.
Eu vi, pelo Google Analytics, que tinha um link do meu blog neste blog, e acabei te "encontrando"...
Espero que você não tenha ficado chateado com a reprodução de seu (excelente) texto no meu blog... eu o recebi por email, achei interessante, e como tinha junto todos os créditos ao autor, publiquei-o.
Bom... não vou me estender mais, senão esse comentário vai paracer um "testamento".

Abraço!